segunda-feira, 4 de junho de 2007

E se...

Todos nós - ou ao menos a maioria pensante de nós, acredito - buscamos um sentido para a vida, algo que nos alimente perfeitamente o espírito. Agora imagine que isso não exista, que não haja sentido, que a vida seja um absurdo! Suponha que não exista verdade, nem justiça, nem razão em coisa nenhuma. E se nada significar nada? E se realmente nada fizer diferença? Ou, por outro lado, suponha que tudo importa! O que seria pior? Putz...

[Pensamentos inspirados por um garoto de seis anos.]

---

Para ouvir, em clima dos festejos juninos!

28 comentários:

aNNaFLaVia disse...

Prefiro a real ilusão de que ainda podemos fazer a diferença e que a vida não é um absurdo.

Lenine e Frejat? Ótimos!!!
Pegar!

Beijos e boa semana pra você!

Ataualpa S.Pereira disse...

A esse tipo de dúvida recomendo jogar uma moeda. Deus pode estar nela, assim como não está.

Giovana disse...

Hummm... e se tudo puder ser criado?
Então cria-se ou não um sentido pras coisas, que por sua vez também são criadas.
=)

E ao se criar um sentido pra vida, ele se torna seu, exclusivo, sem que outra pessoa viesse e te desse um sentido que não tem nada a ver com vc, como poderia ser, por exemplo, aquele mandamento: "o sentido da vida é amar a Deus sobre todas as coisas", ou qualquer outra coisa..."o sentido da vida é tomar sorvete de café" (o que até seria um sentido bem interessante pra vida!).

=D

Lara disse...

Acho que o mais fantástico, e tentar viver com bondade, ética, amor, respeito, mesmo tudo não passando de caos...
:)

Bárbara P. disse...

Se no nada tiver chocolate e vinho tinto, tudo bem!"

Monsieur Coçard disse...

mas se tiver arte, pelo menos tudo tá salvo heuheue

abraços

Giovana disse...

Por favor, apague o meu comentário.

Jade disse...

Exatamente o que eu tenho pensado!

Acho que vou me matar!

Fabi disse...

Prefiro me apegar a idéia de que tude se completa no universo... prefiro buscar insistentemente esse sentido para minha vida... senão de que adiantaria viver?

Adoro seus textos.

Abraços e bom feriado!

Nana Flash disse...

Devemos nos preocupar? Devemos nos esquecer? Devemos pedir uma pizza?
Hummm a essa hora da noite acho q vou preferir a ultima opção :D
Beijus

Lara disse...

Bom fds moço!
Bju

B. disse...

Acho que o pior seria tudo significar tudo.

O nada é melhor pra mim.

Julis disse...

SUBLIME!

B. disse...

Olá querido!

As crianças são os seres mais incríveis do universo não acha? (...)

Quanto ao questionamento, as vezes eu tenho lapsos... lacunas em branco na minha mente (confuso não?) só sei que quando "volto" do vácuo sempre me pego questinando a razão da existência, quem somos, pra onde vamos...

Prefiro significar tudo, pois o nada é pouco para a capacidade humana!

Boa semana =)

Bjks

Aninha disse...

Não é raro pensar, em alguns momentos da vida, isso que colocaste aí. O bom é que depois passa...
Boa semana.

Vinícius Lírio disse...

.

é legal quando temos nos alienar de tudo... como se nada tivesse significado... tanto qto é legal jogar um monte de sentido nas coisas...

acho que tudo na medida, pode ser bom...

abraço

.

Luciana Donadéli disse...

peço dsculpas pela demora em responder o comentário e em adicionar o blog aos meus links..
mas está feito
o/


e claro q os melhores textos vêm das mais inusitadas inspirações.
;]

;*

Caroline Bigarel disse...

São apenas dúvidas, nada mais.

Que tal cara ou coroa?

rs

beijos

mari crrrrruuuu... disse...

Gosto de pensar que estou no mundo com um objectivo e que tenho que o descobrir. Não sei se isto será pura ilusão ingénua lol mas é uma forma de me sentir viva e necessária :D

Agradeço o comment no meu castelo e peço desculpa pela falta de comparência... Os exames exigem muito!

Bjinho**

Daniella Living disse...

"Será que alguma coisa nisso tudo faz sentido, a vida é sempre um risco e eu tenho medo do perigo"

Bjks!

Carolina disse...

Essas crianças tão cada dia mais espertas iauaisuaisiausa

Mas caso isso acontece... Seria uma boa oportunidade de recomeço para um mundo melhor!

Beijooos

Letíciah disse...

Realmente, pensar que a vida acaba um dia e tudo que conquistamos é passageiro, não dá nem vontade de continuar.
O negócio é não desanimar, e aproveitar ao máximo enquanto estamos aqui.. rsrs

Agora, um garoto de seis anos?
Nossa. Realmente, as crianças de hoje são muito mais espertas.

Beijos!

Natália Nunes disse...

acho q esse é o primeiro, e talvez o mais sufocante passo, sobre a compreensão da vida e seus propósitos.
são questionamentos q nos empurram abismos abaixo.

por outro lado, lá no fundo, no escuro da perplexidade, se pode chegar a conclusão de q apesar de tudo isso, a vida pode ser bela.
esse é o segundo passo, q não requer apenas pés, mas asas.

;)

cris disse...

então, agora minha cabeça ficou muito confusa, esse negócio de pensar sabe, tem hora que embaralha tudo...rsssss

querido!! obrida pelo carinho comigo no momento de aflição viu.

Beijão, boa semana!

Rafael Velasquez disse...

pode não dar nada!

Ju Lua...sobrenome indefinido até alguém ter coragem de me dar o seu! disse...

Devaneio infantil?
Interessante...

Bia Ferreira disse...

Evito pensamentos com "e se", mas acho que já me acostumei a idéia de que nada tem sentido...

B. disse...

Ei, psiu, sumidinho... indiquei-te pra dois prêmios, por merecimento, claro.
Espero que gostes.

Bisous.

Ocorreu um erro neste gadget