quinta-feira, 29 de maio de 2008

Relatividades

Um colega contava sobre uma amiga sua que, admiradora de edifícios e construções, perguntara como poderia alguém não gostar de apreciar tais coisas, quando dotadas de beleza. Ele, muito racionalmente, havia respondido que os físicos, por exemplo, provavelmente perguntar-se-iam o mesmo a respeito do que estudavam, em relação à beleza das particularidades dos movimentos dos fluídos ou da dinâmica das partículas.

Sendo a formação desse colega um pouco diferente, da área das ciências biológicas, acrescentou no final outra pergunta: como é que é possível não se viver apaixonado pela Biologia, pelo conhecimento da vida?

Não respondi, fiz outra pergunta: e não há beleza em tudo? Basta saber enxergá-la, não?

---

Para ouvir:

Is there anybody going to listen to my story...

7 comentários:

Vera disse...

Sim, sim ... a beleza está em tudo ao nosso redor, mas eu particularmente vejo uma muitissímo encantadora todos os dias: o MEU AMORZINHO!
Amo-te imensamente!!!!

Malu, Dolores e Maria disse...

A Publicidade é que é linda. Afinal, criamos um mundo
muito mais bonito, não é?
hehehe

Nina disse...

Nos vivemos cercados de maravilhas... algumas ofuscadas, outras bem explícidas, praticamente gritando: Admirem!

cris disse...

Ahhh, é verdade mesmo. Gosto daquela frase que diz "a beleza está nos olhos de quem vê"!

Bjs, bom final de semana!

Gabi disse...

Espero que não tenha se ofendido com meu texto, não foi algo generalizado.

Quanto ao seu, devemos sempre aprender enxergar a beleza das coisas, principalmente nas pequenas coisas, aquelas que parecem insignificantes.
=*

disse...

Se é pra fazer como os moços da história. Há coisa mais bela que as artes? (Já que é pra puxar a brasa pra nossa sardinha... :P

Juliana disse...

hunrun,
essa teoria da relatividade é uma das minhas favoritas.

Ocorreu um erro neste gadget