segunda-feira, 27 de julho de 2009

Criptomnésia

Em "Assim Falou Zaratustra", livro, do original em alemão "Also sprach Zarathustra", Nietzsche copiou palavra por palavra do diário de um marinheiro datado de 686. Quando Nietzsche morreu, sua irmã revelou que seu pai havia lido a mesma história para eles, antes de dormir, quando eram crianças.

Trinta anos após ouvir o conto narrado pelo pai, Nietzsche, aos 41 anos de idade, inseriu a história em seu livro, acreditando ser de sua própria criação.

Ele não se lembrava da fonte!

Criptomnésia!

---

Para ouvir:

6 comentários:

Bárbara (B.) disse...

De onde você tirou isso?

Ju Lua...sobrenome indefinido até alguém ter coragem de me dar o seu! disse...

UAU!!!

Curioso heim, mas interessante!

Bj bj...

disse...

É sério isso?

Sebastião Moura disse...

Bárbara e Jô, é verdade, acreditem! Minhas fontes são confiáveis. Ou não.

alexandre normandia disse...

"Nietzsche, aos 61 anos de idade"

Nietzsche morreu aos 55 anos de idade. Como ele inseriu isso aos 61 anos de idade?

Sebastião Moura disse...

Tem razão, Alexandre. Erro de cálculo, já corrigido. Obrigado por observar.

Ocorreu um erro neste gadget